sábado, 9 de fevereiro de 2008

III - ei!





Ainda sobre as razões do Blog.

Interessante poder fazer alterações e não fechar o processo de criação. Há possibilidade de revisão a toda checada cotidiana. =)

Ex:

Na publicação anterior mesmo fiz pequenas mudanças pra resaltar a sonoridade, levando em conta a preferência por sonoridade bem sutil, como a que se aprende com Marianne Moore ou João Cabral via Marianne Moore também:

"Por vontade de expressão e comunicação (co-operação (...)"

"Por vontade de comunicação, expressão (co-operação (...) "

Realmente um exercício de aprimoramento ótimo.
Acabei usando algo muito semelhante a um Mário Faustino ("a vela acesa, a cinza vela"). Vai haver também uma dupla significação em co-operação, possível pela forma de manuseamento do verso.


(ou ficar atento se

do perfurar o próprio discurso sai o osso,
digamos, o motivo mais nobre)

(ou ficar atento - digamos, o motivo mais nobre -

se do perfurar o próprio discurso sai o osso);



Coisa boba aqui não pecebida antes. Com a disposição de agora e outro manuseio da distribuição, melhoraram as assonâncias em O e S.



Enfim, dá pra fazer isso toda hora que se quiser fazer. Não precisa haver fechamento da revisão e da reconstrução.

Nenhum comentário: