quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

XXXIX

humanimalidade

nossa forma de ego

e em nosso tempo

é unânime

a ignorância

ignoglosando

sempre só sobre a saliva nas presas

mas justamente

a ânsia por mais ânsia

(mancha do desassosego)

o machado

apartados de nós mesmos

enodados nos só para nós mesmos

parados

cobras comendo o próprio rabo

o dinheiro o dinheiro

o dinheiro o dinheiro o

deixa-nos

pobres pequenos e poucos

perante o perigo

dos muitos sem braços e pés

só bocas

abertas

vazias SEM VOZ

Nenhum comentário: