sábado, 30 de outubro de 2010

LXXXI - DÉS-

POESIA (sua cadela!)



Dentro de todas as palavras: só o q há é o vento

Por isso eu sopro a buceta da palavra

Ela quer o meu



































karalhu

ESSA COISA LARGADA NO CHÃO

Nenhum comentário: